outubro 15 2015 0Comentário

Entenda como funciona o gerenciamento de projetos

Antes de explicar o que é gerenciamento de projetos, você precisa entender o que é um projeto. Entende-se por projetos um conjunto de atividades temporárias, que são realizadas em grupos, com a finalidade de produzir um produto, serviços ou resultados únicos. 

Cada projeto é singular, tendo em vista que pode se tratar de uma operação atípica, ou seja, um conjunto especifico de operações que tem como meta atingir um objetivo em particular. Assim, uma equipe de projeto inclui pessoas que geralmente não trabalham juntas, muitas das vezes oriundas de diferentes organizações e de múltiplas localidades geográficas.

O que é o Gerenciamento de Projetos?

Portanto, o gerenciamento de projetos é a aplicação de habilidades, técnicas e conhecimentos para a execução de uma forma eficaz e efetiva. Trata-se de uma competência estratégica para as organizações, possibilitando a junção dos resultados dos projetos com os objetivos do negócio. 

Podemos dizer que um projeto é temporário tendo como premissas que o mesmo terá um início e fim determinados e, por isso, um escopo e recursos definidos. Basicamente podemos interpretar escopo como, trabalho que deverá ser empregado para a entrega de um produto ou serviço, já com seus usos e características especificados. Em síntese o gerenciamento de projetos pode também ser compreendido como um diferencial de competitividade das empresas no mercado.

Processos e Áreas de Conhecimento do Gerenciamento de Projetos.

Segundo o Project Management Institute (PMI®), são 5 os grupos de processos do gerenciamento de projetos.

Processos:

  • Inicio

  • Planejamento

  • Execução

  • Monitoramento e Controle

  • Encerramento

Áreas de Conhecimentos:

  • Gerenciamento da Integração

  • Gerenciamento de Escopo

  • Gerenciamento de Custos

  • Gerenciamento de Qualidade

  • Gerenciamento das Aquisições

  • Gerenciamento de Recursos Humanos

  • Gerenciamento das Comunicações

  • Gerenciamento de Risco

  • Gerenciamento de Tempo

  • Gerenciamento das Partes Interessadas.

Embora todos os gerenciamentos dizem respeito a isso. O gerenciamento de projetos traz um foco único moldado pelos objetivos, recursos e o planejamento de cada projeto. A importância desse foco é mais que comprovada pelo rápido crescimento em todo mundo do gerenciamento de projetos.

A Historia do Gerenciamento de Projetos

Se refletirmos um pouco, ficará evidente que projetos existem desde os primórdios da civilização, podemos citar, como exemplos de grandes projetos as piramides do Egito, a muralha da China, o canal do Panamá entre outros.

Na segunda metade do século XIX, surgiu os princípios da gerencia de projetos, tendo como pano de fundo a revolução industrial que alterou profundamente o sistema econômico no mundo ocidental e teve como uma de suas principais consequências, o desenvolvimento do capitalismo industrial. As relações de trabalho e de produção sofreram severas mudanças, o que deu inicio a uma serie de transformações, que tornou cada vez mais necessário, o gerenciamento de tarefas dentro dessas novas organizações emergentes.

Surgimento do Gerenciamento de Projetos

Surge, neste contexto, a necessidade de sistematizar e orientar a forma de gerir essas organizações. Os projetos, em sua grande maioria patrocinado pelo Estado, estimularam o crescimento da área de gerenciamentos, e tal estímulo e crescimento foram decisivos para o surgimento de grupos que tentavam padronizar a execução desses projetos.

Foi Frederick Taylor que no inicio do seculo XX, iniciou seus estudos de forma detalhada sobre as sequencias de trabalho. Aplicando o raciocínio cientifico, mostrou que o trabalho pode ser analisado e melhorado, focando em suas partes elementares desenvolveu sua teoria nas atividades encontradas na industria do aço.

Antes de Taylor, a única maneira de melhorar a produtividade era exigir dos trabalhadores uma maior produtividade. Mas foi seu sócio Henry Gantt (1861 – 1919) quem estudou detalhadamente a ordem de operações no trabalho. Gantt elaborou diagramas com barras de tarefas e marcos que esboçavam a sequencia e a duração de todas as tarefas em um processo. O diagrama de Gantt permaneceu quase cem anos sem ser modificado, até que nos anos 90, quando foram adicionadas linhas de ligação às barras de tarefa, que descreviam dependências mais precisas entre uma tarefa e outra.

Gerenciamento de Projetos como Disciplina

O gerenciamento de projetos, nos moldes que conhecemos hoje, surgiu como disciplina nos Estados Unidos da América no final da década de 50, quando o gerenciamento de projetos foi formalizado como ciência. Em um cenário onde as organizações começavam a vislumbrar os benefícios do trabalho organizado em volta dos projetos a entender a necessidade para comunicar e interagir no trabalho. Em 1969, uma equipe de cinco profissionais de gestão de projetos, da Pensilvânia nos EUA, se reuniu para debater as melhores e mais eficientes praticas. Foi então que Jim Snyder fundou a Project Managemente institute – PMI. O PMI, é atualmente a maior instituição internacional dedicada à difusão do conhecimento e ao aprimoramento das atividades de gestão profissional de projetos.

Gerenciamento de Projetos na Atualidade

Segundo o PMI, aproximadamente 25% do PIB mundial são aplicados em projetos e que cerca de 16,5 milhões de profissionais estão envolvidos diretamente com alguma metodologia de gerenciamento de projetos no mundo. Diante das mudanças no cenário econômico atual, se faz necessário um planejamento eficaz que possibilite a obtenção de resultados rápidos, com uma maior qualidade e um menor custo. É nesse contexto que o gerenciamento de projetos se faz uma pratica necessária para a competitividade em uma economia globalizada, e com demandas e metodologias distintas para cada tipo de organização.