Cronograma baseline: saiba o que é e como fazer

O cronograma baseline, linha de base ou somente baseline é um conceito muito aplicado na indústria da construção civil. A partir dele, é possível acompanhar todo o andamento do projeto, garantir a qualidade das entregas, evitar desperdícios e ficar atento aos prazos. Todas essas funções são primordiais para o sucesso da obra.

Nesse artigo, iremos explicar o que é o cronograma baseline e como aplicá-lo no seu projeto. Boa leitura!

O que é o cronograma baseline?

O baseline pode ser entendido como a linha de base que irá guiar um projeto, sendo definido, na maioria das vezes, durante o planejamento da obra. A partir dele, o gestor daquele projeto consegue controlar e acompanhar tudo o que está acontecendo.

Ele consiste em um modelo que reúne o que está aprovado e definido a respeito daquele projeto. Em outras palavras, é uma amostra visual de que a obra pode começar ou continuar. Podemos comparar o cronograma baseline à imagem de um prato e à sua receita. Muitas vezes, o resultado daquela receita não é exatamente igual à foto, mas isso não significa que está incorreto, apenas que o produto sofreu algumas mudanças no meio do percurso.

O cronograma baseline comporta-se da mesma forma, ele pode sofrer modificações à medida que a obra vai se desenrolando e mesmo assim continua sendo usado como base para verificar o andamento do projeto e o percurso que deverá ser percorrido.

Quais são as vantagens do cronograma baseline?

Em linhas gerais, o baseline possibilita que o gestor daquele projeto compare o que estava previsto até determinado momento e o que de fato foi realizado. A partir daí, é possível prever possíveis problemas, como atrasos nos prazos, mudanças necessárias no projeto, necessidade de novos fornecedores ou de mais funcionários, por exemplo.

Dessa forma, consegue-se resolver situações antes que elas se concretizem, ganhando tempo e qualidade na construção.

Outro ponto positivo está no aprendizado que o gestor tira do cronograma baseline, podendo esse ser aplicado em outros projetos. Com a bagagem de uma obra bem acompanhada e executada, em futuros desafios, gestores e colaboradores estarão mais aptos.

Outro benefício é a possibilidade de comparar o plano original com o que está ocorrendo hoje no projeto. Ou seja, com as várias alterações que ocorrem durante um projeto, graças a essa linha de base essa comparação torna-se viável e permite, inclusive, antecipar situações.

Além dessas características que citamos, o cronograma baseline é utilizado no registro de informações importantes para o projeto, como veremos a seguir:

Registro do Custo do Orçamento e Orçamento do Trabalho

Em um projeto, é comum que aconteça a assinatura de um contrato de prestação de serviços ou uma proposta, entre o cliente o setor comercial, determinado uma quantidade específica de horas de trabalho com um custo final fixo. Para estabelecer uma comparação entre o trabalho que foi orçado e o custo, com o que foi estabelecido em seu cronograma, é possível salvar uma linha de base com essas informações.

Feito isso, você poderá analisar os dados e estabelecer um controle daquilo que foi inicialmente orçado com o planejamento inicial do projeto. Com esse controle, é possível identificar a viabilidade da execução do projeto, pois pode acontecer de as informações não baterem e o projeto já iniciar com um déficit, gerando transtornos para o responsável pela execução ou o gerente de projetos. Por isso a importância dessa análise.

Registro do Planejamento Inicial

Concluído o planejamento do cronograma, é comum que uma versão do projeto seja aprovada para ser divulgada aos membros da equipe e os stakeholders. Para que se possa estabelecer uma comparação entre o custo e o planejamento inicial, com o que será efetivamente executado no cronograma estabelecido, você pode salvar uma baseline com essas informações. Dessa forma, será fácil informar ao patrocinador do projeto, sobre possíveis diferenças entre essas suas fases: custo e trabalho planejado X efetivamente realizado.

Registro de Mudanças no Cronograma

Mesmo que todo o planejamento inicial tenha sido feito da maneira correta, é possível que durante a execução do projeto aconteçam mudanças, seja nas entregas, duração, prazos, recursos de mão de obra ou material. Essas mudanças podem surgir por necessidade estratégica, solicitação feita pelo patrocinador, stakeholder ou membros da equipe.

Para que seja feita a análise de custos de trabalhos realizados X solicitação de mudança aprovada, basta salvar uma baseline com esses dados. Essas mudanças podem ser registradas no cronograma e analisadas de forma rápida. Além disso, você poderá acessar o histórico de alterações e gerar um relatório dessas informações. Com isso em mãos, você poderá estabelecer um comparativo entre o que foi planejado inicialmente com o que foi efetivamente executado.

Como fazer um cronograma baseline?

Um projeto na indústria civil, geralmente, segue quatro linhas de base, as quais serão referência durante todo o período em que o projeto é executado. Confira, abaixo, quais são elas:

  • Qualidade: mede-se aqui a qualidade do projeto, ou seja, o que é esperado de cada atividade para garantir uma obra eficaz.
  • Escopo: aqui, define-se o que será produzido a partir desse projeto.
  • Custo: o cronograma baseline consiste em um orçamento que será usado como referência da quantidade de investimento que essa obra permite. Leva-se em consideração, geralmente, informações de antigos projetos semelhantes e o caixa da companhia.
  • Tempo: esse baseline é utilizado para desenhar o calendário daquela obra, com definição de prazos, datas e uma organização cronológica das atividades a serem desenvolvidas.

Cada uma dessas linhas de base será utilizada como referência para que se realize o acompanhamento de toda a execução do projeto, comparativamente com o que foi planejado inicialmente. Todos os acréscimos, alterações e mudanças são acrescidos e alimentados na baseline, auxiliando diretamente no acompanhamento estratégico do projeto.

O gerente e a equipe responsável pelo projeto podem se beneficiar muito com a utilização da baseline, uma vez que ela dita como será o andamento e a execução do mesmo. Por isso é muito importante que entendamos como lidar com essa baseline ao logo do andamento do projeto.

Como pudemos ver, a baseline nos permite realizar uma avaliação contínua do andamento do projeto, proporcionando uma análise e comparação constantes daquilo que foi planejado com aquilo que efetivamente foi feito. Isso contribui para uma tomada de decisão mais sensata e assertiva.

Agora que você já entendeu o que é e a importância de um cronograma baseline para o bom andamento de qualquer projeto, saiba que um software e uma consultoria podem ajudar muito nesse processo. Entre em contato agora mesmo com nossos especialistas e conheça as soluções que temos para você.


Categorias:
BlogControlePlanejamento

Recentes da categoria:

Recomendados para você:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Mais de 1 mil gestores de obras recebem nossos conteúdos todos os meses!

Menu
×