setembro 19 2017 0Comentário

O que considerar na elaboração de um projeto básico de obra

Qualquer tipo de obra, seja ela pequena, média ou de grande porte, precisa de um preparo básico de engenharia inicial para dar sentido ao seu trabalho e conduzir o projeto de maneira condizente com o que o cliente exige.

Esse preparo tem como principal base as informações que regem a definição do trabalho, o valor exigido e o estilo de obra que o cliente determina. São informações como essas que o profissional de engenharia, gerente de obra ou planejador consegue ter um vislumbre real de como adequar a realização da obra de acordo com o estilo e o projeto arquitetônico desejado.

Podem-se dividir essas considerações em algumas etapas primárias até secundárias para que o engenheiro tenha uma percepção básica de como administrar bem a obra.

O Plano Geral

Projeto Arquitetônico

Ter acesso a informações básicas sobre o projeto arquitetônico é essencial para qualquer projeto básico de engenharia. Aprovações da prefeitura, mudanças na estrutura e qualquer solução estrutural são alguns dados que precisam ser analisados antes de iniciar a obra.

Quanto mais cedo o engenheiro ou planejador de obras tiver acesso a essas informações, mais fácil será de realizar ajustes necessários, desenvolver um trabalho com bom desempenho e ainda prever qualquer tipo de problema.

Análise Topográfica

Todo terreno pode apresentar áreas acidentais. Ou não, pode ser um terreno que seja seguro e que não apresente danos à obra. Num projeto básico de obra, é bom iniciar averiguar todo o espaço em que será realizada a obra. Fotos, vídeos, laudos de sondagem de terreno e outros documentos podem ajudar engenheiros e planejadores de obras a ter noção de que tipo de obra realizar, além de dar segurança em meio aos trabalhos.

Além disso, essa análise é eficaz na economia, uma vez que esse pré-estudo auxilia a reduzir custos com dimensionamento de obra após já ter sido erguida.

Ambientes Externos

Isso envolve a vizinhança, ainda mais em áreas urbanas. Conhecer e entender as fundações da obra e como ela se comporta com edificações próximas é algo que evita prejuízos físicos e não influencia o risco de haver interdições durante a obra.

A análise pode ser simples, com inspeções prévias do equilíbrio das edificações até informações sismológicas da região.

Plano Específico

Cronograma da Obra

Todo engenheiro precisa ter um planejamento previsto de quando irá começar e terminar a estrutura. Seguindo a norma NR 14931, esse profissional responsável deve montar um plano de execução e ainda organizar o prazo de execução do projeto contendo todos os detalhes das partes a serem realizadas: sistemas de formas e escoramentos, pavimentos (inferiores e superiores), sustentações, processos de cura de concreto, entre outros casos. Ao cumprir o prazo determinado, a empresa responsável tem maior credibilidade e autonomia sobre a execução do projeto.

Outras informações também podem vir inclusas nessa parte num projeto básico de engenharia como o orçamento da obra, a classe de agressão ao ambiente onde a estrutura será feita e quais as patologias e impactos que a construção causará ao macroambiente. Tudo isso seguindo as normas vigentes do conselho nacional de engenharia.

Aplicando esses detalhes, o profissional terá um projeto básico de obra construído com qualidade e evitará possíveis erros no futuro.