abril 10 2018 0Comentário

Orçamento Executivo: Saiba a importância e suas vantagens

Você já fez algum trabalho no improviso? Dizem que a capacidade de improvisar é uma importante qualidade. Entretanto, quando se trata de construção civil, improviso é sinônimo de desperdício. Para evitar que isso aconteça, gestores e planejadores precisam optar por um orçamento executivo bem elaborado.

Em um mercado tão competitivo e complexo como o brasileiro, todo e qualquer empreendimento requer um estudo de viabilidade econômica, um orçamento detalhado e um rigoroso acompanhamento físico-financeiro da obra.

É nesse ponto que entra o orçamento executivo. É por meio dele que se pode analisar a viabilidade econômica de um empreendimento, utilizando a análise de custos.

Em poucas palavras, o orçamento executivo se diferencia do orçamento comum por se preocupar com os detalhes de como a obra será executada, modelando custos de acordo com o tempo.

Ao contrário do orçamento convencional, que enxerga a obra como finalizada, o orçamento executivo aborda todos os detalhes de como a edificação será construída, a fim de otimizar os recursos físicos e monetários à disposição da empresa.

Somente após a conclusão do orçamento pode-se determinar a viabilidade técnica-econômica do empreendimento; o cronograma físico-financeiro da obra; o cronograma detalhado do empreendimento e os relatórios para acompanhamento físico-financeiro. Quando não existe um orçamento executivo de qualidade, é impossível que o construtor execute o planejamento da obra de forma eficaz.

Vantagens de um orçamento executivo de qualidade

As vantagens da utilização do orçamento executivo são várias e essencialmente ligadas à transparência da obra, ao aumento do poder de decisão dos construtores, e o melhor gerenciamento dos fatores custo e tempo.

Com o orçamento executivo o gestor consegue evitar imprevistos (como a necessidade de adiar ou antecipar a compra de determinados insumos), verificar se os recursos financeiros disponíveis serão suficientes, ter maior poder de barganha na obtenção de financiamentos ou empréstimos e obter vantagem competitiva frente à concorrência.

Os parâmetros orçados estão intimamente relacionados com o momento de execução, propiciando o balanceamento das equipes de trabalho, os tempos improdutivos de certas operações, e a otimização do setor de suprimentos, pois se torna transparente a cadência dos materiais necessários. Estas atitudes transformam o orçamento em uma importante fonte de racionalização do gerenciamento de obras.

Há de se levar em consideração ainda que o orçamento executivo proporciona maior controle de gastos, funcionando como uma ferramenta de controle das atividades operacionais e produtivas de uma obra.

O orçamento consegue ainda flagrar – se houver – distorções de valores, pontos de ineficiência e problemas de produtividade. Outras vantagens envolvem a apuração de índices econômicos, financeiros e de lucratividade.

As desvantagens

Entretanto há de se levar em consideração também a desvantagem do orçamento executivo, se é que podemos chamar de desvantagem. Esse documento demanda tempo para ser preparado. Assim, obras que não previram a necessidade do orçamento executivo podem sofrer atrasos significativos.

Por outro lado, construtoras e engenheiros que não fazem o orçamento executivo podem economizar tempo, mas perderão bastante dinheiro com problemas previsíveis mas que não foram identificados justamente pela falta desse documento.

Tem alguma dúvida sobre projeto executivo? Deixe sua pergunta nos comentários.